terça-feira, 23 de junho de 2015

Use o fogo a seu favor: crie, não mate!

Oi pessoal!!
Faz tempo que não apareço, né? Mas hoje resolvi dar uma paradinha por aqui pra pensar um pouco na vida. 

O tema que me inquieta a mente tem um pouco a ver com esse período junino. Afinal, nesta terça (23), véspera de São João, é quando acendemos as fogueiras para anunciar que o menino nasceu. Às 18h em ponto diversas fogueiras são acesas para aquecer a noite fria do terceiro dia de inverno e para iluminar a festa.

O fogo é algo extremamente dual. Ele tanto queima para matar, quanto para dar vida, dar calor para nos aquecer e nos alimentar. Eis a magia do fogo!!!

E é o fogo que está regendo esse ano de 2015 com Marte "bombando" nos céus. O signo do fogo. Nas previsões que se faziam na virada do ano acerca do que se podia esperar para estes 365 dias, todas as vertentes (astrologia, umbanda, tarot, até os recados da espiritualidade) assinalavam que esse seria um período complexo, no que se refere à escuridão do próprio ser humano. Aqueles que aproveitassem a regência de Marte para crescer, colocassem metas claras e corressem atrás delas, teriam inúmeras chances de realizações (olha o fogo dando vida aqui!!). 

Entretanto havia um outro aspecto importantíssimo para esse período: que as pessoas tivessem cuidado com seus "inimigos internos", com aquilo que elas não queriam ver, que elas possuem de mais sombrio dentro de si (no sentido de desconhecido, negado). Nossos "demônios" internos estariam a solta e pedindo passagem! Aqui falamos de aspectos variados, tais como, agressividade, violência, medos, recalques, sentimentos de inveja, orgulho demasiado, remorsos, culpas, baixa auto-estima, etc. Ou seja, todo o verniz de fachada, as máscaras sociais, seriam demolidos, fazendo com que demonstrássemos para o outro a nossa verdadeira face.

E hoje, quase finalizando o sexto mês deste ano, é interessante ver como o que se previa está, de fato, acontecendo. 

Ao abrir a página de um site de notícias mais de 90% delas são de informações negativas. O lado mais animalesco do ser humano parece que aflorou de uma vez e são inúmeras as matérias de atrocidades realizadas de um ser para o outro. 

O falso verniz social de aceitação das diferenças está ruindo passo a passo. As pessoas estão mostrando que são, na verdade, intolerantes, agressivas, raivosas, impacientes, abusadas e que abusam do direito de invadir o espaço do outro. A noção de respeito ao outro ou a si mesmo está cada dia mais tênue. 

Os que se dizem religiosos, que falam manso dentro de suas instituições, que sabem de cor os trechos de seus livros sagrados, nas redes sociais destilam veneno, agressões e esquecem da máxima que diz: "não julgueis, para não serdes julgados".

Os sistemas políticos e econômicos, que durante décadas foram corrompidos por pessoas que objetivavam o seu próprio benefício, e não, o da população, estão ruindo, vindo à falência.

É, parece que Marte tocou fogo literalmente na vida humana!!!

Mas eu quero aqui chamar a atenção de você, que pacientemente lê essas minhas mal traçadas linhas, para um outro aspecto.

Primeiro que se o fogo está queimando dentro de cada um de nós é porque tá na hora de "botar algumas coisas para arder mesmo". Fugir não vai adiantar, o jeito é resolver e a única maneira de apagar essa labareda é vendo o que ela quer lhe dizer e deixar de ter medo dela. Hora de encarar o "fogo" de frente e fazer com que ele deixe de ter domínio sobre você. Aquilo que se teme nos domina. Aquilo que a gente domina, nos ajuda. 

Preste atenção à sua realidade interna e pare de estar jogando no outro a sua própria escuridão. Não tem ninguém santo nesse mundo e "apontar dedos" chamando A, B ou C disso ou daquilo é uma forma de fugir da sua realidade interna e da sua parcela de contribuição para a maneira como o mundo está, e também o seu próprio. Se desejas um mundo diferente, comece mudando a si mesmo, dê o exemplo. A energia mental negativa que você alimenta todo dia, de raiva, ódio, inveja, desprezo por outro ser, seu preconceito velado e preocupação em cuidar da vida alheia é que está "dando lenha" pra que esse fogo que deseja tomar conta do mundo se alastre. Estamos falando do fogo da NEGATIVIDADE. 

Segundo, se você se diz cristão ou alguém de fé, seja ela qual for, deixe de apenas decorar as letras dos livros sagrados ou distorcê-las ao seu entendimento, e passe a senti-las dentro de si mesmo. Não adianta "ser fofo" dentro da igreja, do centro espírita, do terreiro de umbanda, e não ajudar à Energia que a tudo rege onde mais é preciso: no mundo, no dia-a-dia. Mude seu padrão mental. Olhe o outro como gostaria de ser olhado. Ore, vibre, nesse momento, por todos os governantes desse mundo diariamente, principalmente pelos do nosso país, pois todos somos seres que erram e acertam. 

A Divindade nunca teve partidarismos, isso é coisa do homem sedento de poder. A única coisa que ela questiona são "as intenções que nos movem," porque essas partem do coração. Por isso, o que entra pela boca não corrompe o homem, mas o que sai, porque parte das emoções e dos sentimentos.

Está na hora de cada um fazer a sua parte para que esse mundo melhore. Coloque o fogo a seu favor e da comunidade onde vives. A mente é uma força criadora da nossa própria vida e da que nos cerca. Portanto, use-a para mudar o mundo para melhor, mas não se esqueça de que, o primeiro que deve ser modificado é o seu mesmo.

Boa semana. 

terça-feira, 2 de junho de 2015

Em contemplativa prece ...


Em noites de céu azulado pelo luar,
a beleza da arquitetura Divina se manifesta em todo seu esplendor.
A alma se eleva numa muda prece, 
dobrando-se à majestade do Criador.

As palavras são pobres para descrever o encanto dessa noite.
Os adjetivos não conseguem dar a grandeza de tanta beleza.
A vida, de repente, torna-se mais doce nessa contemplação.
E o sentimento fica mais leve no coração ...