sábado, 6 de agosto de 2016

Viagem sem volta


Me falas que podes alcançar o infinito,  
que voar é teu destino.
Que podes conhecer mares e lugares,
visitar povos e culturas.

Mas te pergunto:
E de ti o que sabes?
O que move tuas intenções?
Do que te fala o coração?

Conheces os corredores escuros de tua alma?
Sabes que monstros se escondem nas esquinas de tua mente?
Descobristes o caminho que leva ao teu coração?
Desvendastes os mistérios de ti mesmo?

Porque viajar para fora é simples, é fácil.
Conhecer lugares, cidades, países.
Perceber novas culturas e saberes.
Provar sabores e cores, isso é possível a qualquer um.

Mas viajar para o mundo íntimo, ah!!!
Para esta viagem é preciso coragem, determinação.
Ter vontade e não ter medo de assombração.
Porque esta é uma viagem sem volta.

*Imagem: Caltrin Welz

Voar

Você me pergunta sobre voar.
E eu te respondo: o que é voar?
Voar será navegar nas asas da imaginação,
ou apenas no mar do coração?

Tu me falas sobre voar.
E eu te digo: que meu pensamento voa a qualquer hora.
Se meus pés estão presos,
minha mente navega nos mares infinitos da imensidão.

Se minhas mãos estão atadas,
meu coração começa a alçar voo.
E nessa viagem não encontro limites
pois meu pouso será aonde ele me levar.

Voar nas asas da imaginação.
Voar para além das limitações.
Voar para onde existe paz.
Voar para não voltar jamais.