quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Que tal mudar com o novo ano que chega?

Oi gente!
E ela chegou!! A primeira sexta-feira de 2012. Caramba, já se foram seis dias do ano??? Desse jeito daqui a pouco é páscoa de novo... kkkkkkkkkkk


Brincadeiras a parte, pessoal, de fato o tempo "urge", corre e escoa ao vento. E por mais que o passar das horas e dias seja inexorável é impressionante a mania que alguns de nós tem de permanecer "preso ao passado".


Já falei aqui em outra oportunidade sobre a lei da impermanência. Por mais que queiramos ela é fato e significa que tudo na vida muda ou vai mudar, inclusive e, principalmente, nós. E que bom que assim o seja, pois é com as mudanças que a gente cresce e aprende obtendo novas experiências.


Mas, confesso, em certas horas essa mudança é meio dolorosa. São coisas que parecem que "nos tiram o chão" e ai a sensação de medo é inevitável. As vezes dá até um pânico!!!  São mudanças e transformações bruscas que nos chegam com a força de um "maçarico", queimando tudo pela frente dentro de nós. É o momento da gente virar "pipoca", como diria meu escritor preferido, o Rubem Alves. 


Confesso a vocês que eu tenho dificuldades com mudanças. Ainda faço o tipo "estabilidade", mas a vida vai nos levando por caminhos que nos exigem maturidade e discernimento para entendê-los e, o que é mais importante, para tirar deles o aprendizado necessário.


Entrada de novo ano, de uma certa forma, tem essa conotação mental na gente de mudança. E que bom que assim o seja, porque esse "condicionamento mental" nos faculta um alívio nas tensões, nos dá um sentimento de esperança de que podemos recomeçar, refazer os caminhos e as escolhas e isso nos possibilita uma mudança de energia e, consecutivamente, de padrão mental.


Uma coisa que a gente precisa aprender a observar são os sinais que a vida vai dando pra gente. São eles que, se percebidos, nos ajudam a colocar a nossa história no trilho certo para que ela caminhe e se desenvolva como deve ser. Algumas vezes vamos ter que perder um ente querido para acordar, para amadurecer emocionalmente. Outras vezes, uma posição ou um um espaço. Mas seja lá o que for, no fundo é a vida agindo para o nosso melhor.


Sei que é difícil a gente ver isso quando tá no meio "do fogo". Com o bicho queimando a gente por dentro e por fora fica muito complicado raciocinar com serenidade. Porém, se conseguirmos pelo menos "conter as chamas" da nossa mente enfermiça, negativa, culpada, melindrada, doída, e tentarmos refletir no que o momento pretende nos dizer, certamente encontraremos as respostas para, se não solucionar, pelo menos, nos ajudar a construir uma resignação proativa que nos faça aos poucos encontrar as alternativas e caminhos que buscamos.


Por isso, desejo que nessa entrada de 2012 você deixe para trás tudo aquilo que não lhe serve mais, e comece o ano literalmente olhando pra frente. Sempre é tempo de recomeçar, portanto mãos a obra!!


E comecem o processo curtindo a lua cheia que vai estar iluminando os céus deste domingo. Espero que a chuva dê uma trégua ai no sul/sudeste para que as pessoas possam, ao menos, iluminar o coração de esperanças de dias melhores com o brilho dessa amiga e confidente de ar prateado.
Um bj e bom fim de semana.
Xanda



ENXERGA-TE

Existe um ser forte dentro de ti.
Um ser capaz, um ser corajoso, destemido,
Disposto a suportar todas as dores,
Disposto a trilhar firme o caminho
Que se predispôs a percorrer.
Esse ser grita, se agita dentro do teu íntimo,
Se agiganta, se faz apto, tenta escapar e enfrentar
"De peito aberto", todas as dificuldades.

Tenha a certeza de que este ser
Tem as soluções e a força necessária,
Que desejas e precisas,
Para sair de todas as situações
Que, na vida, enfrentas.

Mas tu, preso a teu tão grande sofrimento,
Cego em tua imensa dor,
Buscas consolo em teu próprio ego.
Te apiedas tanto de ti mesmo
Que este ser grandioso,
Amarrado a esta enorme auto piedade,
Não consegue sair e deixar fluir
Toda a tua capacidade de compreensão,
De doação e de amor.

A vida é feita de momentos
Bons e ruins, alegres ou tristes
Tu és feito de vários "tus"
Forte ou fraco
Alegre ou triste
Corajoso ou covarde
Honesto consigo mesmo
Desonesto com teus sentimentos.
Dá-te a oportunidade de experimentar
Todos estes seres.

Mas não te esqueças, vez ou outra,
De dar-te a oportunidade de ser feliz.
Olha a tua volta, faz-te necessário
Sejas necessário, útil a ti mesmo,
À comunidade, à humanidade.
Deixa que os seres que habitam em ti, fluam
Levanta-te, enxuga os olhos,
Procura enxergar à tua volta.

Tu não estás sozinho, vai à luta!
Sai desta inércia, assume tuas próprias culpas,
Tuas dores, teus desamores
Assim passarás a te conhecer melhor
A te sentires melhor, a gostares de ti mesmo.
Verás, então, que muitas portas se abrirão.
E a mais importante de todas,
Será aquela que se abrirá
Para dentro de ti mesmo
Pois, por ela enxergarás
O quão belo tu és.


Nenhum comentário:

Postar um comentário