sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Logo de manhã... BOM DIA!

BOM DIA MEU POVO!!!!!!!!!!!!!

É isso mesmo: BOM DIA!!!!!!!
Antes que vocês pensem que essa minha animação toda logo de manhã cedo é porque "tirei na megasena". aviso logo que continuo "lisinha da Silva!!". Apenas estou sob a inspiração de uma música, à qual tive o prazer de ser apresentada assim que cheguei ao trabalho. Ela é uma composição do Paulo Freire, interpretada pela voz incomparável da Zizi Possi. Quem fez "o favor" de nos apresentar foi meu amigo Camerino. E fui, curiosa, olhar a letra dela.

Caramba!! Ela é exatamente o que nós somos.
Essa dualidade do ser onde um dia acordamos bem, no outro estamos de "bode" (em pernambuquês significa, chateados, abusados, macambúzios, pra baixo). 

Um dia estamos felizes, no outro abusados.
Um dia acordamos dispostos, no outro nos arrastando.
Um dia estamos leves com a cabeça funcionando bem. No outro parece que levantamos com um bloco de concreto em cima dela!!!!

Um dia vemos que tudo está andando na nossa vida. No outro parece que tudo deu pra trás.
Tem dia que a gente acorda pensando no futuro e fazendo planos, em outros pessimistas e achando que não temos amanhã.

Tem dia que a gente acorda com vontade de "beijar o padeiro" como diria meu amigo Brasilino, no outro querendo "matar o primeiro que nos olhar atravessado".
Tem dias em que nos levantamos da cama, nos olhamos no espelho e dizemos pra nós: poxa, hoje eu tô bonita. Tem dia que nos assustamos com a nossa própria face e tentamos correr até de nós mesmos.

É ou não é assim?
Mas o grande lance é entendermos que somos assim mesmo, ainda, porque não aprendemos a olhar as coisas "com novos olhares" ou "desfocar dos problemas para vê-los por outros ângulos". 

Mas tem gente que não é dual. Tem gente que consegue só polarizar nas coisas negativas, só pensa coisas ruins, vê maldade em tudo e todos, só consegue enxergar o lado negativo das situações e pessoas, dispara rancor, azedume e agressividade pra todo lado. São pessoas que olham o mundo com as "lentes do negativismo".

Para essas não há bons dias. Só há peso, obrigações e, óbvio, péssimos dias.

Mas, graças a Deus, há também as pessoas de polaridade positiva. Essas aprenderam que a vida é uma escola sempre disposta a nos ensinar o melhor e conseguiram com a experiência, vontade e determinação "mudar a vista do ponto" e passar a olhar tudo o que as cerca de maneira otimista, destacando o que de melhor há nas pessoas, garimpando na sua rotina motivos para serem felizes, independente do que lhes acontece.

Para essas sempre há bons dias.

Por isso, deixo para esse seu término de semana essa reflexão e o bom humor da letra e da interpretação maravilhosa de Zizi Possi, lhe convidando, mais uma vez a fazer "do limão que lhe deram, uma deliciosa e doce limonada". Bom, para os meus amigos chegados numa vodca, diria eu "uma deliciosa caipirosca"!!  ;)

Se a sua semana foi daquelas, se o "bicho pegou", seu chefe lhe stressou mais do que devia, sua mulher deu em você com uma "toalha molhada", seu marido "encheu a sua paciência com os jogos da seleção brasileira nas olimpíadas quando você queria namorar, seus filhos resolveram quebrar a sua porcelana preferida, se o dinheiro faltou pra pagar as contas ou se tivestes que fazer uma manutenção daquelas no carango que custou "os olhos da cara!!".

Se você acordou de mau humor hoje e teve o azar de ler esse meu texto "com cara de Poliana" (que nunca tive saco de ler, por sinal!!), PARE TUDO AGORA!! Dê uma boa respirada, bote o ar pra fora, comemore que hoje é sexta-feira e se permita, pelo menos neste dia, mudar o seu astral. E diga bem alto BOM DIA!!!!!!!!!

E bom fim de semana pra você!
Xanda
                                    BOM DIA                                      
Zizi Possi


Um dia quero mudar tudo

No outro eu morro de rir,
Um dia tô cheia de vida
No outro não sei onde ir,
Um dia escapo por pouco
No outro não sei se vou me livrar,
Um dia esqueço de tudo
No outro não posso deixar de lembrar,
Um dia você me maltrata
No outro me faz muito bem,
Um dia eu digo a verdade
No outro não engano ninguém,
Um dia parece que tudo
Tem tudo prá ser o que eu sempre sonhei,
No outro dá tudo errado
E acabo perdendo o que já ganhei
Logo de manhã, bom dia...
Um dia eu sou diferente
No outro sou bem comportada,
Um dia eu durmo até tarde
No outro eu acordo cansada,
Um dia te beijo gostoso
No outro nem vem que eu quero respirar,
Um dia quero mudar tudo no mundo
No outro eu vou devagar,
Um dia penso no futuro
No outro eu deixo prá lá,
Um dia eu acho a saída
No outro eu fico no ar,
Um dia na vida da gente,
Um dia sem nada de mais,
Só sei que eu acordo e gosto da vida
Os dias não são nunca iguais!


Nenhum comentário:

Postar um comentário