quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Do céu para o sol ...



E é na beleza da tua despedida,
que me enterneço com a vida,
e me pinto de muitas cores 
para dizer-te: te espero no alvorecer, amigo sol. 

Pois, depois da noite mais longa
é a tua luz que virá aquecer meu azul.
Iluminar o dia do mundo,
aquecer as esperanças dos desesperançados.

E eu, na minha humilde missão de te carregar nos braços
ao longo de tua jornada diurna,
te direi em eterna gratidão:
obrigada meu amigo.
Por colorir e encher de vida essa imensidão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário