sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Queixa? Só a de Caetano Veloso ...

Oi gente!!!
E olha ai, sexta-feira, com lua quase cheia. Sabe o que isso significa??????
Fim de semana daqueles maravilhosamente lindos!! Bom, se São Pedro colaborar, né?
Mas aviso logo que lua cheia mesmo só segunda-feira, às 17h50!!  ;)

Bom, depois do boletim "lunar" desse blog, vamos ao que interessa.
Primeiro uma perguntinha: hoje você já fez alguma reclamação sobre alguma coisa? Não precisa me dizer, tá, apenas pense pra você.
Se a resposta foi sim, pense de novo: e ontem, você reclamou de alguma coisa? Uma, duas ou mais de três vezes ao dia???

Pois bem. Estou lhe perguntando isso porque há um vício que está se tornando "normose" na sociedade de hoje que é a queixa. Se considera normal ou natural se queixar de tudo. Não estou falando aqui daquela reivindicação que visa melhorar alguma coisa. Estou me referindo ao hábito que nós temos de "nos queixarmos" de tudo o que acontece na nossa vida e no entorno dela.

Já perceberam que tem gente que tem a queixa como hábito?? Como assim? Vamos a alguns exemplos.

Tem o cabra que você encontra e pergunta: olá, você está bem? 
E o dito cujo responde: tô melhor do que mereço...
Esse já tá reclamando até dos benefícios que tem.

Tem aquele pra quem você pergunta: Oi fulano, tudo bom?
E a criatura responde: tá nada, rapaz. Tô com um monte de dívida, com dor num sei onde, minha mulher me abandonou ...
Esse é o famoso "tá morto e esqueceu de enterrar".

Tem também aqueles que nem motivo para reclamar teriam. Por exemplo, no amor. Estão com pessoas boas, legais, o relacionamento tá indo às mil maravilhas mas, a criatura resolve achar defeito onde não tem ou, como popularmente se diz, "chifre em cabeça de cavalo".

Ah, também tem gente pra quem tudo caminha bem no campo profissional, financeiro, e a criatura já começa a imaginar que algo de ruim vai acontecer porque "tudo está bom demais pra ser verdade".

Ou seja, no fundo, a grande maioria de nós gostamos mesmo é de que tudo esteja ruim pra gente ter motivo pra se queixar e ficar como vítima. 

Mesmo quando as coisas estão problemáticas, porque tem momentos na vida que a vontade que se tem é de largar tudo e se mandar pra Júpiter, a queixa não é o melhor recurso para esses períodos por um motivo muito simples: ela gera uma energia que só faz piorar a situação em que vivemos ou estamos.

A queixa é um vício. O vício de reclamar, de achar tudo ruim, o vício de querer chamar a atenção do outro para si mesmo, o vício da "vitimose".

Quando encontramos uma pessoa em péssimas condições (para os nossos parâmetros) e que não se queixa ficamos a nos perguntar se "aquela pessoa é demente". Não, ela não é demente. Ela muitas vezes é alguém que sabe tirar as lições que precisa da vida que leva, ou ainda, que aprendeu a se resignar diante da situação e sabe que nada é acaso na vida. Porque não há acasos.

Tudo na nossa vida tem um motivo. Creia você ou não nisso, é assim que as coisas procedem. Ninguém encontra ninguém por acaso, uma pessoa não adoece por acaso, as coisas não se complicam por acaso, um mal ou um bem não nos chegam por acaso.

Há o nosso "dedo" em tudo o que acontece, há a nossa energia, há a nossa mente criando ou destruindo tudo o que se refere a nós mesmos e ao que nos cerca. A mente deve ser o nosso principal foco.

Que tipo de pensamentos você emite diariamente? São de harmonia, equilíbrio? São de positividade diante da vida e das pessoas? São de otimismo? Se forem esses, parabéns!!! Você manda pra si mesmo energias de saúde, equilíbrio, vitalidade e joga isso para o universo. A tendência é que ele lhe responda de forma semelhante.

Mas, não?! Seus pensamentos são de mágoa, raiva, ódio, desânimo, inveja, baixa auto-estima, pessimismo? Você vê segundas intenções em tudo o que os outros (que não seja você) fazem? Você é rígido nos seus pontos de vista? Desculpe meu amigo (a), mas a vida vai lhe devolver exatamente na mesma moeda, na mesma vibração.

O vício, já falamos disso aqui em outro post, não é só aqueles "conceituados" pela sociedade, ou seja, beber, fumar, usar drogas, sexo desregrado. Vício, pela visão da psicologia da alma, é uma atitude mental que nos leva a sermos subjugados por uma pessoa ou situação. Que nos leva a sermos dependentes de alguma coisa. 

Tem gente que é viciada em viver no passado, em cultuar amores que não existem mais, pelo simples fato de temer olhar pra frente e se abrir de novo. Já tem gente que é viciada em apego, não consegue se desligar de coisas ou pessoas e quando essas lhe escapam das mãos entram simplesmente "em pane". Outras criaturas que são viciadas em status!! Perdem dinheiro, um cargo, mas é viciada na aparência e passa a viver uma vida que não existe mais, uma ilusão querendo manter o "velho status". Tem gente que é viciada em ser arrogante. E tem gente viciada em comodismo, em querer que as pessoas resolvam tudo para ela, ou seja, sofre de "síndrome da inoperância congênita" (criei essa agora, tá?!).

Seja lá qual for o seu vício saiba que a resposta para ele está dentro de si mesmo. Tá na hora da gente parar de ter medo de se olhar, de se ver, se quisermos realmente ser feliz. 

Gente, aproveitem esse final de semana para se queixar menos e viver mais.
Se contássemos em minutos e horas a quantidade de tempo que vivemos reclamando da vida e das coisas, veríamos quanto tempo estamos perdendo na vida. Vão ver a lua, passear na praia, andar no parque, correr, andar de bicicleta, jantar com pessoas queridas mas, cuidado com as conversas "queixosas". Se deem um final de semana de folga, please!!!

Deixemos as queixas para Caetano Veloso que fez de uma "queixa-lamento" um grande sucesso. Só na música mesmo, queixa dá algum ibope. Aqui, na vida real, o bom mesmo é aprender e desenvolver o otimismo e a pró-atividade diante da vida. Só isso é o que pode nos trazer saúde, serenidade e boas conquistas.

Curtam o fim de semana iluminado que chega e até segunda!!
Xanda

"Toda queixa viciosa converte-se em crítica injusta à Providência."
Humberto de Campos



Um comentário:

  1. Olá,
    Bem bacana o vídeo!
    Abraços,
    Zuza Zapata
    www.zuzazapata.com.br

    ResponderExcluir