segunda-feira, 6 de maio de 2013

O desabafo de uma cidadã


Por mais que não se queira é impossível não lastimar o que está acontecendo em Recife, em dias de jogo de futebol.

Domingo, tarde e noite, não é mais dia de pessoas de bem passearem ou se locomoverem na cidade, mas sim, de um bando de marginais disfarçados de torcedores trafegarem livremente fazendo baderna e agressões, com a desculpa de que "vão torcer pelo seu time".

Só o Governo de Pernambuco, a SDS e a Polícia Militar Pernambuco talvez não percebam, ou não queiram ver, o pânico que está tomando as pessoas que tem que  andar nesse dia de ônibus ou no seu próprio carro. Ontem (05), eu e uma amiga tivemos que esperar mais de uma hora para poder descer de Aldeia para irmos para Olinda (só conseguimos fazê-lo por volta das 20h30). Tudo porque tínhamos que ir por dentro do Recife, passar pelos Aflitos e depois Agamenon Magalhães. Pegar ônibus nesse dia, nem pensar!!! É correr riscos sérios. 

E como bem colocou meu amigo Marjones Pinheiro a gente vê o Estado gastando uma fortuna com plantão para que os policiais "escoltem" essas criaturas pelas principais vias da cidade, numa cena grotesca de se assistir. Enquanto isso, muitas pessoas de bem que são ameaçadas, como mulheres agredidas pelos companheiros, não dispõem desse tipo de ajuda para garantir a sua integridade.

Não estou aqui, é bom ressaltar, criticando a polícia que apenas cumpre ordens, mas o sistema e a mentalidade que rege a nossa sociedade atual onde os valores e a noção do que é realmente importante, sério, valioso estão tão distorcidas.

Eu, enquanto cidadã, me vejo na iminência de ter que faltar ao meu trabalho social no domingo à tarde, em dias de jogos, porque seja de ônibus ou de carro se vive um stress de medo impressionante para se chegar em casa.

Governador, com todo o respeito, nosso Estado está para receber dois campeonatos mundiais. Se o senhor não pensar no bem do coletivo, em detrimento do "lucro de meia dúzia de dirigentes de clubes" vai ser muito difícil ter o apoio da sua população. Será um vexame mundial Pernambuco aparecer nas páginas dos principais jornais pelos atos de violência gratuita em dia de jogos. E, para aqueles que devem imediatamente pensar: "mais o esquema de segurança será imenso para as Copas", deixo um questionamento: de que vai adiantar dar segurança durante uma semana ou 20 dias de jogos, se no restante do ano, nós moradores daqui e que pagamos nossos impostos, estaremos à mercê da violência pela violência?!

Detesto começar uma segunda-feira com esse tipo de assunto, porém diante da proporção que a coisa vem tomando aqui no Recife não posso ser omissa e ficar achando que tudo são flores!! 

Se pode ser revertido e melhorar?! Sim. Nisso eu acredito.
Mas, essa modificação depende daqueles que são responsáveis por ela.
Xanda

Nenhum comentário:

Postar um comentário