quinta-feira, 11 de julho de 2013

E na noite que chove ...

A noite chegou mais cedo aqui em Olinda.
E veio molhada, carregada de chuva.
Da sala do apartamento ouço o gotejar intenso da água que cai nos telhados.
Sinto o momento.

Completo silêncio ao meu redor, a não ser pelo barulho da chuva.
Tento silenciar o mundo interno.
Busco ouvir os sons do mundo que me cerca.
Tento a vida sentir.

Na serenidade desta noite que chega,
vejo quão belo é o chover.
Lavando ruas, pontes e avenidas.
molhando tudo por puro prazer.

E prazer sinto em contemplá-la,
em poder simplesmente parar para ouvi-la.
Como uma doce sinfonia sendo executada,
acalmando e serenando a vida.

Quem dera que da alma pudessem ser lavadas as dores
com apenas uma bela e doce chuva.
Porque se assim o fosse bastaria apenas o sol nascer para que, 
no antes seco coração, rapidamente brotassem flores.

Um comentário:

  1. NOOOOSSSSSA !!!!! QUE LINDO AMIGA .....!!!! simplesmente , maravilhoso !!!!! um ENORME ABRAÇO pra vc , que admiro tanto .....DEUS TE ABENÇÕE.......

    ResponderExcluir