quarta-feira, 3 de julho de 2013

Já te vais?

Amiga lua já te vais?  
Já partes para teu anonimato assim tão rápido?
Por que não me levas contigo nesse viajar infinito,
para que eu possa contemplar também o que vês?

Minguas calada, quieta, solitária.
Poucos te acompanham e sentem teu findar
Mas estou aqui olhando-te e velando-te
Para que possas logo, logo voltar.

Porque tu clareias as minhas noites mais escuras,
iluminas meu coração as vezes sombrio.
Aqueces minh'alma sedenta de encanto
Acaricias meu olhar vazio.

Vai amiga lua, vai ao teu morredouro
e volta renovada e bela
Brilha em outros céus e noites
fazendo com que a vida de outros seres se torne também bela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário