domingo, 13 de outubro de 2013

Contemplando a noite e a vida.


Hoje a noite não tem lua, mas tem um lindo manto negro salpicado de pequenos diamantes.
A imagem é tão bela que eu, que ia me deitar, quedei-me a contemplá-la.
E aqui estou na janela olhando-a.

Gosto da noite.
Ela possui um encanto próprio, único, só dela.
Contemplar o cintilar das estrelas me enternece e alegra.
Me encanta e ao mesmo tempo me acalma sentir a simplicidade que a noite traz.
Ela faculta a possibilidade de refletir, a serenidade ou, até nada pensar.

Gosto mais ainda quando ela vem acompanhada do silêncio.
À noite é possível ouvir o som do silêncio. Sim, porque o silêncio também fala!
Aos poucos a vida se acalma.
Eu também.

O momento é apenas de contemplar e sentir.
Sentir a vida em mim.
Contemplá-la no infinito.

(Madrugada do sábado, 13 de outubro de 2013)

Nenhum comentário:

Postar um comentário