terça-feira, 1 de julho de 2014

Será?

Sabe quando o cansaço é na alma? 
Sim, dentro da alma, algo bem profundo, como se não houvesse nada que você pudesse fazer para preenchê-lo?
Sabe quando você não aguenta mais a pressão, quando tudo lhe cheira a solidão, quando não se consegue para nenhum lugar olhar?

Sim, talvez você saiba.
Talvez você sinta isso também.
Talvez, quem sabe, você está a tanto tempo fugindo disso em si mesmo que até já nem perceba mais que ele está ai, vivo, mesmo que dentro do vazio.

Falo do teu coração.
Falo da tua vontade de amar e ser amado.
Falo do teu desejo de ser feliz.
Falo daquilo que você precisa para voltar a sorrir.

Porque no cerne da questão está o Eu.
Até onde aguentamos a pressão?
Até onde conseguiremos sobreviver e não viver?
Até onde restará ainda algum prazer?

Será isso vida?
Será isso a que tudo se destina?
Será isso o caminho correto e o mais são?
Não será tudo apenas uma dura e cruel ilusão?!

Nenhum comentário:

Postar um comentário