sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Como não amar?!

Amor, paixão, que tortura! 
Queria deles fugir.
Queria não ter que senti-los.
Que desassossego pro meu espírito!

Mas, o que é o ser se não amar?
O que é o ser se não se apaixonar?
Como andar pela vida sem sentir,
se tudo o que desejo é existir?!

Sem o amor não haveriam os poetas.
Sem a paixão não haveriam os romances.
Sem o choro e o lamento não haveriam os autores.
E por isso amo, apesar dos tormentos.

Como não amar?
Como não sorrir?
Como não se sofrer?
Se é isso que me faz existir?!

*Texto escrito no dia 20.08.2014, durante o Festival A Letra e a Voz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário