quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Pelos olhos de Deus


Fim de tarde.
Aqui tudo é silêncio. 
sentada à porta da varanda contemplo o céu que aos poucos perde seu azul para dar espaço ao ébano.
O único som que vem é da rua, longe, muito longe ...

Daqui a pouco as estrelas surgirão iluminando esse céu que adoro.
Uma bebida gelada refresca meu calor, nessa típica tarde de janeiro e de verão.
Nesse momento estou em paz.
E apenas curto a brisa fresca que chega mansa.

Lá fora, porém, sei que o mundo ferve.
As pessoas estão revoltas, agressivas.
Protestos, gritos, lamentos, choros.

E mais entendo a necessidade de estar em paz, calma, serena.
Aos poucos introjeto a importância de tudo olhar com o sentimento em equilíbrio.
Tudo sentir pelos olhos de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário